NOTÍCIAS

Due diligence na gestão empresarial.

26 ABR 2018

O mecanismo permite uma visão global ou pontual da empresa sob vários aspectos
Com um cenário econômico movido cada vez mais pela intensidade das relações comerciais, várias operações que visam à expansão empresarial utilizam-se da due diligence como ferramenta à segura concretização de negócios. A due diligence permite uma visão global ou pontual sobre a empresa no momento da transação, pois direciona uma análise sob os aspectos jurídicos, fiscais, financeiros, trabalhistas, dentre outros. Cada vez mais difundida no ramo empresarial, tornou-se um mecanismo de prevenção essencial nos processos de cisões, fusões e incorporações e também para segurança em investimentos.

Para que atinja realmente seus objetivos, recomenda-se o envolvimento de profissionais especializados na sua execução, analisando as matérias de forma isenta e imparcial. A atuação de profissionais preparados e familiarizados com as melhores práticas empresariais é de vital importância para realização de um bom trabalho. Todavia, a utilidade de um trabalho de due diligence não se resume a situações de compra e venda de empresas. Pode e deve ser utilizada em qualquer circunstância, pois fornece dados ricos em informações estratégicas da empresa e de mercado, representando um verdadeiro “retrato” atual da empresa, passível de comparação com outras do mesmo segmento, favorecendo a tomada de decisões em relação à concorrência, destacando seus diferenciais competitivos.

Com viés estratégico, sua operacionalidade é única para cada empresa, em razão da individualidade na análise profunda de perfis, devendo ser realizada com muita transparência, experiência e conhecimento. Isso proporciona um conhecimento melhor das equipes, melhores ganhos financeiros e performance mais satisfatória em controles, além da redução de riscos.

Assim, a due diligence é mecanismo importante no planejamento de reestruturações societárias e suas respectivas operações, mas sua eficiência lhe torna ainda aliada no aumento exponencial dos resultados. Usá-la como ferramenta de gestão também reflete na real compreensão da sua saúde financeira, mitigação dos riscos do negócio, capacidade de inovação e posicionamento de mercado, visto serem variáveis que podem ser determinantes para o sucesso de um planejamento num mercado competitivo.

Fonte: Fenacon

VEJA TAMBÉM