NOTÍCIAS

Gestão Financeira

18 ABR 2018

Pequenas e médias empresas podem aprender com as grandes corporações.

Fazer uma empresa crescer nunca é tarefa fácil. Ser empresário exige uma boa dose de coragem, trabalho e um controle apurado da suas despesas e lucros. Um dos principais motivos, aliás, para as pequenas empresas fecharem é justamente a falta de controle financeiro. Um problema cultural do brasileiro, boa parte da população não possui o hábito de anotar gastos, pesquisar preços e desenvolver um controle maior de suas finanças. Quando estamos falando de uma empresa, esse problema é ainda pior. O número de gastos, impostos e investimentos mensais é grande. Toda organização possui um intenso fluxo de caixa, que precisa ser organizado com sabedoria para conseguir manter a empresa trabalhando com sucesso.

Como anda a organização financeira da sua empresa? Se você não tiver uma resposta positiva na ponta da língua, provavelmente está em apuros.

Fazer uma empresa crescer não é simples, por isso é imprescindível que todo gestor tenha o maior número de ferramentas possível trabalhando a seu favor. No caso das finanças, ter uma equipe especializada no assunto ajuda muito, eles podem apontar caminhos e, com isso, gerar economia para o negócio como um todo. Outro ponto importante é a tecnologia. Temos no mercado soluções para organização financeira preparados para atender empresas de todos os tamanhos e mercados. Geralmente. as grandes organizações já entendem a importância de ter um sistema integrado para cuidar de suas finanças, mas os pequenos empresários ainda acreditam que podem fazer tudo sozinhos. E aqui eu dou uma dica pessoal: se você quer ser uma referência no seu setor, comece a pensar e agir como quem já está no topo.Por mais que a diferença de rentabilidade seja um ponto importante, é possível aprender com os maiores e aplicar ações que sejam equivalentes dentro das suas condições. A adoção de um software de gestão, por exemplo, pode acontecer aos poucos. Contrate os módulos mais essenciais – como o financeiro - primeiro e depois vá observando as necessidades da sua organização. Construa um sistema que reflita o seu negócio, destacando seus pontos fortes e melhorando os itens que precisam de um pouco mais de tempo. O módulo financeiro dos sistemas de gestão trabalha, em sua maioria, organizando o fluxo de caixa. Isso é essencial. Você passa a ter o controle de todas as contas a pagar, contas a receber e ainda pode trabalhar com o Demonstrativo de Resultados do Exercício (DRE). Esse é um relatório muito interessante, podemos conferir, com facilidade, se em determinado período a empresa trabalhou com lucro ou esteve no prejuízo. É possível fazer projeções de crescimento, analisar a evolução das despesas, etc. Conhecimento essencial para prevenir problemas futuros e corrigir rotas com antecedência. O sistema de gestão financeira é uma presença rotineira dentro das grandes organizações e precisa ser visto com a mesma importância pelos donos de pequenos e médios negócios. O conhecimento adquirido pela ferramenta possibilita uma visão estratégica da empresa. E esse controle é a chave para o crescimento de qualquer organização.
Fonte:Fenacon

VEJA TAMBÉM